tip#43 - A Linguagem do Respeito: 11 Formas de construir uma Cultura de Respeito na Família e na Sala de Aula

Publicado
Comentários Nenhum

Publicado a 1 de Fevereiro de 2014 por Marilyn Price-Mitchell
Ph.D. em The Moment of Youth

  1. Palavras de encorajamento:

    Ao invés de reclamar quando os jovens se sentem desencorajados, deixe-os saber o quanto admira as suas capacidades de superar desafios difíceis e de se recomporem da apatia ou do fracasso. “Sei que as coisas podem ser difíceis, mas realmente admiro a forma como encontras dentro de ti as soluções mais adequadas. Quero que saibas que estarei sempre aqui para te ajudar. “

  2. Palavras de Benevolência:

    Em vez de culpar, separe sempre o adolescente do seu comportamento. Perdoe os seus erros ou os seus equívocos. Dê-lhes a oportunidade de fazerem as coisas correctamente. “Não és a mesma coisa que o teu erro. Conheço-te como sendo um ser humano generoso e cuidadoso. Perdoo-te e estou aqui para te ajudar a aprender com esta contrariedade”.

  3. Palavras de Orientação:

    Não tenha apenas esperança de que os jovens irão encontrar o seu caminho. Encoraje-os a fazerem perguntas e dê-lhes palavras de orientação. “As tuas perguntas fazem-me conhecer-te e perceber-te melhor. Por favor nunca penses que uma pergunta é tola. Eu quero ajudar sempre que me for possível.”

  4. Palavras de Respeito:

    Ao invés de ter uma perspectiva excessivamente centrada sobre os sucessos académicos, construa um clima de respeito na sala de aula e na família. ”Enquanto me preocupo com as tuas notas e outras medidas externas de sucesso, também é importante termos um ambiente de respeito mútuo. Tenciono trabalhar arduamente para ver que as nossas opiniões, pensamentos e sentimentos são respeitados.”

  5. Palavras de Grandes Expectativas:

    Ao invés de serem desencorajados quando os jovens não mostram as suas melhores habilidades, incentive-os a visualizar e perseguir objectivos que alimentem a sua paixão. “Quero que atinjas o teu potencial, naquilo que escolheres. Que objectivos queres mais atingir?”

  6. Palavras de Esperança:

    Em vez de ajudar os jovens a ultrapassar mais um dia difícil, ajude-os a perspectivar um melhor amanhã. “Tens um coração tão bondoso e atencioso com os outros. Essas habilidades vão-te ajudar na maior parte dos desafios da vida.”

  7. Palavras de Amor:

    Não fale apenas para as mentes dos adolescentes. Fale para os seus corações. Demonstre o quanto os ama e se importa com eles, todos os dias.

  8. Palavras de Relacionamento:

    Use palavras que criem uma ligação na partilha de sentimentos. Ajude os adolescentes a “sentirem-se sentidos” por si. “Quero saber e perceber como te sentes. Podes-me dizer?

  9. Palavras de Entendimento:

    Em vez de fazer suposições, descubra a perspectiva de um jovem pela empatia. “Quero perceber a tua perspectiva. Diz-me por favor o que sentes e o que te levou a tirar essas conclusões.”

  10. Palavras de Unidade:

    Deixe a atitude de “é à minha maneira ou não é” e promova uma cultura de colaboração e cooperação. “Sou o teu Pai/Mãe (ou professor/a), mas isso não significa que tenha todas as respostas. Respeito o teu papel como parte integrante desta família (ou sala de aula).”

  11. Palavras de Responsabilidade:

    Ser respeitável significa considerar a responsabilidade de todos. Ao invés de permitir comportamentos desrespeitosos, ajude os jovens a “não sair da linha”. “A forma como de comportas-te foi indelicada e desrespeitosa. Como poderias ter lidado com esta situação de forma diferente?”

Caminhando a Nossa Conversa

Enquanto a linguagem é fundamental para a construção de uma cultura de respeito na família e na sala de aula, não pode parar por aí, é só quando se pratica estas 11 categorias de palavras com todos à nossa volta na nossa vida que verdadeiramente aprendemos a “Caminhar a Nossa Conversa”. As crianças e os jovens sabem a diferença!”

Para ler o artigo completo clique aqui…

Autor

Comentários

Não existem actualmente comentarios a este artigo

Comment

Insira o seu comentário abaixo. Campos marcados * são necessários. Deve previsualizar o seu comentário, antes de finalmente o inserir.





← mais velho mais recente →