tip#17 - O que podem os formadores/professores fazer para ajudar os formandos/alunos a melhorar a sua capacidade de falar uma língua estrangeira?

Publicado
Comentários Nenhum

Falar em geral é uma competência produtiva que requer vários fatores de suporte tais como conhecimento, confiança e entusiasmo… independentemente de ser ou não um falante nativo No entanto, falar uma segunda língua tem os seus próprios pré-requisitos adicionais: Exposição, consolidação e motivação. Estes fatores determinantes, podem existir de forma harmoniosa no ambiente de aprendizagem de um curso ESL. Aqui ficam algumas dicas:

  1. Apresentar e moldar a linguagem que não só não é apropriada mas também compreensível para o nível de proficiência dos alunos. Explicando convenientemente a nova gramática e vocabulário através de elementos visuais, diálogos e outros materiais, minimiza o risco de exceder o nível do aluno e permite uma prática mais produtiva da competência da fala. Uma boa técnica para iniciantes com falta de vocabulário essencial (ou para qualquer um com falta de confiança na sua capacidade de falar), é ajudá-los a construir um conjunto de respostas mínimo que podem ser usadas em diferentes tipos de situações;

  2. Testar frequentemente a compreensão. Isto pode ser feito colocando questões que obriguem a respostas verbais, incitando os alunos a responder e permitindo a discussão (concordo ou discordo) das respostas;

  3. As discussões em formação (ou em sala de aula) são uma forma fantástica de os alunos praticarem o discurso, mas tenha cuidado com as possíveis armadilhas. Os alunos podem não ter interesse nos temas propostos, podem estar desmotivados ou podem verdadeiramente recear falar em frente ao grupo. Todos estes fatores devem ser considerados e devidamente tratados por forma a tirar benefícios das discussões;

  4. Estabelecer quando está a trabalhar a fluência ou exatidão. Ambas são importantes, mas se for claro nisso ao iniciar cada tarefa, mais fácil será para si gerir o seu papel na atividade. Obviamente, se estiver a trabalhar a fluência, a exatidão terá um papel menos preponderante, bem como você próprio;-)

  5. Dramatizações e simulações podem também ser uma técnica muito útil para praticar as capacidades de produção oral. Portanto, criar um bom relacionamento com os alunos é importante. Deverá existir uma confiança mútua entre formador e formando / professor e aluno para que estes exercícios possam funcionar devidamente.

Autor

Comentários

Não existem actualmente comentarios a este artigo

Comment

Insira o seu comentário abaixo. Campos marcados * são necessários. Deve previsualizar o seu comentário, antes de finalmente o inserir.





← mais velho mais recente →