Menos pessoas a ler livros

Publicado
Comentários Nenhum

Durante grande parte da minha vida tenho sido uma leitora ávida, no entanto lenta. Sempre apreciei sair do stress do dia a dia e entrar na minha própria realidade nas páginas dos livros. Contudo, desde 2008 que notei um descréscimo de tempo que dispendi a ler. Estava em preparativos para ter uma filha e quão ocupados ficamos quando temos de criar uma criança. A minha filha tem 6 anos agora, portanto a matemática obviamente favorece a hipótese. Contudo, se a tendência em Portugal tem sido termos menos leitores desde 2008, então tenho que repensar essa hipótese… pelo menos em termos de ser o único fator a contribuir para a minha considerável diminuição na leitura.

Talvez os portugueses ( e todos nós aqui em Portugal) nos estejamos a sentir atolados pelo stress provocado pelo clima económico, para ter tempo para ler e para sentir conforto na leitura. Encaremos a realidade… estamos a viver tempos brutais. De acordo com um novo relatório da Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas, Portugal é citado como sendo um dos países com mais situações de fome da UE, indicado por ser um dos países que está a receber mais fundos para combater este problema. Claro que não tem de se ter fome para sentir stress. Cada vez as pessoas estão mais preocupadas com a manutenção de seus empregos. Trabalham mais pelo mesmo dinheiro. Outros desesperados por encontrar trabalho, trabalham por menos dinheiro. Estamos tão ocupados a viver os nossos dramas (por vezes miseráveis) que não temos tempo para ler ou ter a satisfação que tinhamos a ler os dramas de outros, fiçcão ou não.

VER ARTIGO AQUI

Autor

Comentários

Não existem actualmente comentarios a este artigo

Comment

Insira o seu comentário abaixo. Campos marcados * são necessários. Deve previsualizar o seu comentário, antes de finalmente o inserir.





← mais velho mais recente →