#24 - Rever, Repensar, Reajustar… Dar lugar ao renascimento do AMOR!

Publicado
Comentários Nenhum

“Ódio, já causou muitos problemas no mundo, mas ainda não resolveu um.”

– Maya Angelou

Esta citação é maravilhosa na sua simplicidade e verdade. Quando a lemos, pode-se pensar que é tão óbvio que nos perguntamos porque alguém a mencionaria. Sinto-me pressionada a encontrar um problema que alguma vez tenha sido resolvido pelo ódio, mas sou constantemente relembrada de várias formas que o ódio complicou e destruiu incontáveis vidas. Tudo o que tem de fazer é ligar as notícias à noite.

O que me impressiona é o facto de aparentemente aprendermos pouco com a história. O genocídio continua muito aquém da promessa do “nunca mais” seguido do holocausto Judeu na II Guerra Mundial. Tem acontecido vezes sem conta, como temos visto no Ruanda, Darfur, Bósnia, Síria, etc. Em muitos países a violação de mulheres é comum, com pouco ou nenhum recurso à justiça. Ataques com aviões não tripulados facilmente destroem vilas inteiras e são implementados em nome da ganância, envoltos num manto de causa nobre. Tristemente, a venda de armas cresceu nos EUA, em vez de decrescer depois do massacre numa escola primária em Dezembro passado.

O Ódio eleva atrozmente a sua cabeça feia também de formas menos óbvias. Nos EUA, o direito dos casais homossexuais ao matrimónio e a serem igualmente protegidos pela lei ainda está a ser debatida e é visto por um número surpreendentemente grande de pessoas como algo que destruíria o casamento enquanto instituição. Entretanto, aqui em Portugal, as famílias homossexuais podem casar mas não podem adoptar. Para qualquer parte que olhemos o mundo ainda continua a ser dividido pelo ódio, medo e incompreensão. Se brutais atrocidades estão a ser cometidas, ou direitos fundamentais estão a ser negados ou desrespeitados, as sementes do ódio são claramente originadas e criadas nos nossos corações.

Todas as vezes que alguém rejeita outra pessoa e/ou causa dor emocional e/ou física ao outro à custa das suas diferenças, essa pessoa é culpada por perpetuar o ódio. Se viramos as costas ou desviamos o olhar, também nós partilhamos parte dessa culpa.

Com o início da Primavera, peço a todos nós (eu inclusive) para rever e repensar a forma como amamos, e como abraçamos os nossos semelhantes. Somos tolerantes com as diferenças dos outros sejam elas relativamente à religião em que acreditam, à cor da pele, ou a quem decidem amar? Reajustar a sua posição onde for necessário para que possa ajudar a criar uma sociedade mais conectada, em que o amor seja um dos seus pilares. Nesta temporada de renovação, vamos perpetuar o renascimento do amor.

Toda esta conversa acerca do amor inspirou-me a ver alguns TEDTalks, para ver se encontrava alguma coisa relativa ao tema. Aqui está o que encontrei! :)

Publicado em 5 de Dez., 2012: Veja este TEDTALK!! “Check out this TEDTALK!!” Enquanto artista, escritora, TED Fellow e activista cultural, Zena acredita que “o amor nos salvará”. Ela oferece amor como a solução para os problemas no Médio Oriente.

Courtney How, Managing Director

Autor

Comentários

Não existem actualmente comentarios a este artigo

Comment

Insira o seu comentário abaixo. Campos marcados * são necessários. Deve previsualizar o seu comentário, antes de finalmente o inserir.





← mais velho mais recente →